blackout

O que é um Blecaute, Blackout ou apagão?

Posted on Posted in Conteúdo

Blecaute, Blackout ou apagão é um evento que ocorre no gerenciamento da carga do sistema elétrico quando a demanda excede a capacidade geradora/limites operativos do sistema de transmissão. Grandes blecautes podem ocorrer devido a:

  • desastres naturais ou condições ambientais extremas (ventos fortes, avalanches, terremotos, raios, enchentes etc.);
  • inadequação/falta de planejamento da rede elétrica ou uso de equipamentos ultrapassados;
  • falta de controle/gestão da rede e erro humano; e
  • influência do mercado de energia e do sistema regulatório.

 

Como funciona a oferta/demanda de energia?

Energia elétrica é um dos poucos produtos que são produzidos e consumidos quase em tempo real. Ou seja, se você está no Brasil, a energia elétrica que usa para ler esse artigo na sua tela foi gerada alguns milissegundos atrás em alguma usina, provavelmente hidroelétrica ou termoelétrica.

 

Qual o impacto da alta demanda na geração de energia elétrica?

Devido à variação contínua da demanda durante o dia, mecanismos de controle da geração (oferta) se tornam necessários para a manutenção dos níveis de frequência da rede. Isso acontece devido à resposta natural do gerador, que tende a desacelerar sua rotação quando há um aumento da carga conectada a eles (o sistema “absorve” parte da energia cinética das massas girantes da unidade geradora). Como consequência, há uma redução da frequência elétrica na saída do gerador. A variação de frequência não pode ser superior a 0,1 Hz.

 

Quais são os sistemas para remediar quedas de frequência?

Com o objetivo de manter a frequência nominal do sistema elétrico brasileiro (60 Hertz), o Operador Nacional do Sistema utiliza dois mecanismos principais para ajustar o equilíbrio carga-geração:

  • Reguladores de velocidade das usinas geradoras; e
  • Controle Automático de Geração (CAG).

Na prática, ao identificar alta carga (demanda), os mecanismos de controle ajustam o fluxo de fluido nas usinas (água nas usinas hidrelétricas ou vapor/gás em usinas termelétricas) para manter o sincronismo do sistema.

 

E o blackout, como acontece?

A filosofia utilizada pelo ONS é baseado na gestão de cada setor do SIN (o que é SIN?). Dessa forma cada área de controle absorve sua própria variação de carga. Quando há falhas na geração/transmissão que superam a capacidade de manobra do operador, torna-se necessário remanejamento ou corte de carga para manter as condições nominais do sistema elétrico. Esse corte pode ser feito tanto de forma manual quanto automática.

 

Como evitar o blackout?

A regulação de frequência da rede é um serviço de rotina e por isso é evidente que sua boa manutenção é fundamental. Entretanto, também existem fatores de gestão como previsão da demanda e capacidade de execução que refletem diretamente na capacidade de oferta de energia elétrica.

Se você quiser compartilhar:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *