bandeiras tarifárias 2019

Bandeiras Tarifárias 2019 – Novos valores

Posted on Posted in Conteúdo

Novo ano, bandeiras tarifárias 2019 novas. Parece que foi ainda ontem que falamos sobre os valores de bandeiras tarifárias sendo alterados pela Aneel e cá estamos de novo, exatamente um ano depois.

Nós já falamos sobre o que são, sua história e como funcionam as bandeiras tarifárias neste post aqui (Bandeiras Tarifárias, todo mundo paga por elas, mas você entende o que são e por que existem?), então se você não entende a razão delas existirem, visite o link.

Voltando ao ajuste, a alteração dos valores das bandeiras não era inesperada, já que existe uma corrida constante para acertar os valores (das bandeiras) de formas a equilibrar os custos de geração de energia elétrica no país. Quando ocorrem menos chuvas e nossos reservatórios estão mais secos, é necessário o acionamento de mais usinas termelétricas, que são mais caras de se operar do que nosso sistema hidroelétrico. É para essa diferença de custo de geração de energia que as bandeiras tarifárias foram criadas.

Segundo o atual diretor-geral da Aneel, André Pepitone, em 2017 o déficit (falamos sobre isso neste post: Bandeira Tarifária e seus prejuízos em 2017) foi de R$ 4,4 bilhões e em 2018 de cerca de R$ 500 milhões.

Existe uma grande complexidade para se atingir o valor ideal de custo dos adicionais de bandeiras tarifárias já que cada ano possui suas próprias médias de precipitação, o que impacta os resultados das previsões. Como finalizamos o período de chuvas que vai até Abril com reservatórios mais vazios que o esperado, os valores das bandeiras estão sendo reajustados.

Os novos valores contam com um aumento de 50% para a bandeira amarela, 33,3% para o patamar 1 da bandeira vermelha e 20% para a vermelha patamar 2. Os novos valores de bandeiras tarifárias 2019, entram em vigor à partir de 1º de Junho.

  • Bandeira Verde: As condições para geração estão favoráveis – não há acréscimo na nossa conta.
  • Bandeira Amarela: Condições menos favoráveis para geração – Acréscimo de R$ 0,015* para cada kWh consumido do cliente.
  • Bandeira Vermelha Patamar 1: Condições mais custosas de geração : Acréscimo de R$ 0,040* para cada kWh consumido.
  • Bandeira Vermelha Patamar 2: Condições ainda mais custosas de geração – Acréscimo de R$ 0,060* para cada kWh consumido.

Vale lembrar que sobre os valores adicionais das bandeiras tarifárias 2019 ainda incidem os impostos presentes nas contas de energia, o PIS, COFINS e o ICMS.

 

 

Rafael Turella cubi Rafael Turella   
Engenheiro Ambiental pela UNESP Sorocaba e mestre em Sistemas Sustentáveis com ênfase em Energia pelo Rochester Institute of Technology. É co-fundador da CUBi onde atua como responsável pelas áreas de análise de dados e comercial.

 

 

 

Se você quiser compartilhar:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *