Skip to content

Como diferenciar sua gestora de energia com monitoramento em tempo real

Caso lhe pedissem para sua gestora de energia citar um fato recente e importante sobre o segmento de energia no Brasil, o que você citaria? Eu, sem dúvidas, citaria o exponencial crescimento do mercado livre de energia! De acordo com a CCEE (Câmara de Comercialização de Energia Elétrica), 2021 registrou um recorde de 5.563 novos consumidores e um crescimento de mercado de 2,47 vezes se comparado aos últimos cinco anos. (Dados: Valor Econômico)

mercado livre X mercado cativo

Diferenciação de oferta como estratégia comercial

O crescimento do número de consumidores livres, acaba impulsionando o surgimento de inúmeras comercializadoras e gestora de energia com os mais variados objetivos, algumas atuam exclusivamente com trading de energia, já outras estão voltadas à consultoria ou gestão desses consumidores livres. O principal ponto é: em um mercado em constante expansão e de plena concorrência direta, COMO captar novos clientes e reter aqueles que já estão na base?

Agentes que atuam na migração para o mercado livre adotam diversas estratégias para se diferenciar no mercado, alguns escolhem arcar com os custos da infraestrutura na garantia que o retorno compensará no longo prazo, outros entendem a importância de maior proximidade na gestão de clientes livres e por isso focam em agregar valor à sua proposta através de tecnologias, uma delas é o monitoramento em tempo real. Detalhe, toda escolha de diferenciação sempre pode ser avaliada através de um ou mais ângulos, onde cliente e gestora podem estar em foco, assim como apenas o cliente ou apenas a gestora.

Monitoramento de energia como um elemento estratégico da GESTORA

O monitoramento em tempo real tem sido um dos principais elementos estratégicos de diferenciação para gestoras. Não pense que estou falando de diferenciação apenas para tornar o serviço mais robusto aos olhos do clientes, claro que esse ponto é importante, mas posso dizer que o monitoramento tem também impactado positivamente na rotina e nas operações internas das gestoras. Implementar esse tipo de tecnologia permite um controle mais fino e próximo dos clientes livres, proporcionando elementos que vão além dos dados fornecidos pela CCEE e são capazes de ajudar em temas simples e rotineiros como fator de potência e demanda contratada, por exemplo. Não há nada de novo ou especial em avaliar os clientes da base para entender qual deles pode mudar de enquadramento tarifário ou mesmo redimensionar sua demanda.

Qualquer Gestor experiente, com acesso aos dados e a um excel deve conseguir realizar essa análise, porém, com tantas outras atividades no dia a dia e o crescimento do volume de clientes que as gestoras lidam, torna-se inviável parar todos os meses e realizar a análise para todos os clientes. Aqui na CUBi já vimos casos de gestora de energia que tentavam ligar para os clientes para alertar sobre a proximidade de multas, mas o tempo investido era descomunal. Quando implementamos o monitoramento, os alertas passaram a ser disparados automaticamente por nós, além de automatizar a rotina do gestor, surge o foco em eficiência energética para diversos aspectos que normalmente passam despercebidos, aumentando as chances de retenção daquele cliente.

gestora de energia usando monitoramento

Monitoramento de energia como um elemento estratégico para o cliente

Aos olhos de potenciais clientes o monitoramento em tempo real traz uma série de benefícios, já que eles podem acompanhar grandezas energéticas e impactos financeiros a cada 15 minutos, validando a migração para o livre e visando trazer cada vez mais eficiência energética para si. Um outro benefício que o monitoramento pode trazer é o atendimento de demandas específicas de determinados clientes, por exemplo, aqui na CUBi já conversamos com gestoras de energia que tinham demanda de uma indústria X para fazer um acompanhamento setorizado da sua planta após a migração.

Só imaginar a cena: a Gestora migrou aquele cliente para o Livre, cliente confia na gestora e a ela recorre em tudo relacionado à energia, mas com pedidos mais específicos como esse, acabam deixando o cliente na mão, à mercê de encontrar algum outro fornecedor, que pode vir inclusive a se tornar um concorrente da própria gestora dentro daquele site. É importante ter alternativas dentro do próprio portfólio. Esse monitoramento do exemplo acima só foi possível através do nosso software que  além de trazer robustez para projetos de gestão de energia e garantir uma gestão de energia com valor agregado, permite que gestoras vão além do escopo comum do mercado.

Por isso, para impactar potenciais clientes e realmente diferenciar sua gestora usando monitoramento é preciso considerar um parceiro que atenda os seguintes pontos:

  • Software lúdico, simples e rápido, que não exija conhecimento técnico de energia por parte do cliente para ser entendido.
  • Que traga possibilidade de evoluir o nível do cliente quanto à gestão, por exemplo, evoluindo para um monitoramento setorizado ou até mais profundo. Hoje tem gestora na CUBi que não só possui o mapeamento de 100% das cargas do cliente, como também coleta e recebe todos os seus volume de produção, máquina à máquina. Se isso não é informação valiosa, eu não sei o que é!
  • Onde não exista a necessidade do cliente comprar medidores ou possuir internet.
  • Que impacte e tenha foco absoluto em eficiência energética para trazer oportunidades de economia para o cliente.
Peça uma Demonstração!

Melhorar processos internos que empoderem gestores em suas análises também é um forma direta de melhorar a experiência do cliente que passa a ser melhor observado e avaliado todos os meses de maneira automatizada. Um comentário interessante aqui, algumas gestoras têm aplicado o serviço de monitoramento em consumidores CATIVOS (sim, você leu certo), com o intuito claro de já criar um vínculo e uma relação de confiança antes mesmo daquele cliente estar apto à migrar para o Mercado Livre dentro das regras atuais. Isso mostra a disparidade de estratégias e maturidade entre Gestoras. Enquanto algumas não conseguem agregar o mínimo, um sistema de monitoramento em tempo real para seus próprios clientes, outras estão investindo na captura de clientes cativos e pensando no futuro, na abertura do mercado. Não é muito difícil de imaginar qual delas tem crescido mais e de maneira mais sustentável. 

Quer entender um pouco mais sobre como temos tornado o serviço de gestoras de energia ainda mais robusto, aplicando sistemas de monitoramento junto de parceiros gestores? Esse artigo fez sentido e você gostaria ver se o que fazemos se encaixa na estratégia da sua empresa? Se sentiu atrasado quando comparado aos exemplos que demos?

Fique à vontade para entrar em contato conosco através de nosso site, AQUI.

Iago Meira

Graduando em Administração pela Universidade de Pernambuco.

Leave a Reply

Your email address will not be published.