ons

ONS – Operador Nacional do Sistema Elétrico – O que é?

Posted on Posted in Conteúdo

O Brasil é um país de dimensões continentais. Essa frase é repetida tantas vezes no sistema de ensino, na política e na economia que praticamente todo mundo já escutou pelo menos uma vez na vida. E ela não existe à toa, o Brasil é hoje o 5º maior país no planeta. Essa imensidão de território nos propicia tanto uma infinidade de recursos naturais e possibilidades, mas também grandes barreiras a serem vencidas. Uma delas é a geração e transmissão de energia elétrica e o grande ator aqui é o ONS ou Operador Nacional do Sistema Elétrico.

Vamos colocar na mesa alguns pontos importantes sobre a energia elétrica antes de falar do ONS. Precisamos sempre lembrar que:

  • A energia elétrica demandada pelas unidades consumidoras (sejam elas industriais, comerciais ou residenciais) deve ser produzida em um curtíssimo espaço de tempo em relação à seu consumo (já que não existe um estoque no meio do caminho);
  • Cada região do país tem sua peculiaridade e potencial de geração de energia diferente;
  • Os grandes empreendimentos geradores não estão juntos dos maiores centros consumidores;

A resposta para essas “barreiras” listadas e para algumas outras que não foram descritas acima, foi a criação de um sistema enorme que contempla vários tipos de geração de energia elétrica, uma imensidão de linhas de transmissão e centros de controle. Essa grande malha é chamada de SIN, Sistema Interligado Nacional e quem faz tudo funcionar é exatamente o ONS (já falamos do SIN antes, você pode ler esse conteúdo AQUI).

O ONS – Operador Nacional do Sistema Elétrico é uma entidade brasileira de direito privado sem fins lucrativos criada em 1998 e que é responsável pelo controle das operações de geração e transmissão de energia elétrica no sistema interligado. A maior parte da energia gerada/transmitida no país está dentro do SIN, mas o ONS é responsável também pela planejamento nos sistemas isolados.  É a ANEEL que fiscaliza e regulamenta o ONS.

O trabalho do ONS não se restringe “só” (vale as aspas aqui porque espero que tenha ficado claro o quão complexa é a operação) a operar o SIN, mas também é responsável por desenvolver estudos, visando otimizar e aperfeiçoar o sistema e seu funcionamento. Você consegue ver todas as atribuições do ONS na página institucional da entidade.

Por ser algo de extrema importância e estratégico para o país, diversos atores participam hoje da entidade, são eles: empresas de distribuição, transmissão, geração, importadores e exportadores de energia elétrica e consumidores livres. O Ministério de Minas e Energia também participa e conta com um poder especial de veto em questões que não estão de acordo com as diretrizes e políticas do setor.

Um PS: para quem tem interesse em como os sistemas hoje no país estão divididos ou se conversam em tempo real, vale visitar a página oficial do ONS. Lá você encontra bastante informação e também o acesso à números em tempo real, inclusiva a Curva de Carga do SIN como um todo.

 

Esse vídeo criado pelo ONS também é bastante didático e traz informações interessantes.

https://www.youtube.com/watch?v=K8ycFhYIpLo

Se você quiser compartilhar:

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *