Pular para o conteúdo

Eficiência na Gestão de Contas de Energia Corporativa: Como a Tecnologia Pode Transformar seu Processo

No mundo empresarial, a eficiência é um elemento-chave para o sucesso. Um aspecto muitas vezes negligenciado, mas crucial, da eficiência operacional é a gestão de contas de energia corporativa. Muitas empresas ainda dependem de métodos tradicionais, como planilhas manuais (isso, quando fazem alguma gestão), para acompanhar seus gastos com energia. No entanto, essa abordagem está se tornando cada vez mais obsoleta e ineficiente.

A Importância da Eficiência na Gestão de Contas de Energia

Começando do começo, antes mesmo de falar em eficiência e gestão de contas de energia corporativa, temos que entender o motivo de dedicar alguma atenção para o tema. Dependendo do tipo/mercado do negócio que você é responsável, a conta de energia pode ser mais ou menos representativa, na estrutura de custos da empresa. E aqui não tem resposta certa. Temos clientes que tomam multas, as vezes de milhão em um único mês, e consideram que as contas de energia são uma pequena parcela de todo o seu porte e operações. Outras, tomam multas de R$ 500,00 que incomodam os gestores. Tudo vai depender de como a gerência enxerga as contas de energia. Alguns mercados são mais propensos a sentir o impacto, como exemplo:

  • Indústrias de plásticos e borrachas com grandes injetoras e extrusoras;
  • Empresas de alimentos, que necessitam de diversos processos que envolvem aumento ou redução de temperatura;
  • Empresas eletromecânicas, com máquinas menores, mas normalmente, em grandes quantidades;
  • Empresas químicas, que normalmente possuem bombas em todos os processos para movimentar seus produtos;
  • O varejo em geral também pode entrar nessa lista. As contas de um imóvel comercial não costumam ser altas, mas para empresas com margem super pequena (como um supermercado) ou com uma larga dispersão geográfica, onde as contas são pequenas mas quando somadas no final do mês, se tornam um montante bastante representativo;
  • Podemos encaixar outros mercados também, como: Saneamento, Telecom, Hospitais, Clínicas e etc…

Bom, vamos assumir aqui você fez essa avaliação inicial e considera o custo de energia de sua empresa como um item que impacta o resultado (R$) no final do mês.

Nova call to action

Desafios da Gestão Manual de Contas de Energia

Fazer a gestão de contas de energia corporativa é um trabalho chato e complicado. Os principais motivos para isso são:

  1. Não existe padrão universal para a conta de energia no Brasil. É um show de horrores. Cada distribuidora faz o que quer, nomeia as diferentes cobranças da forma que lhe é conveniente entre outras coisas. Isso significa que se a sua empresa tem ativos em mais de uma distribuidora de energia, terá de aprender a ler 2 ou 10 documentos que podem ser completamente diferentes.
  2. Não existe muito material e documentação em cada distribuidora e também não é fácil navegar nos repositórios da ANEEL. Tente procurar a resolução homologatória de sua distribuidora e identificar o quanto deveria pagar no kWh, você vai suar para achar isso.
  3. As distribuidoras não fornecem exportação de dados, de forma facilitada e em escala. Então, para quem tem dezenas, centenas ou milhares de contas para coletar todos os meses, o problema é gigante. Tá cheio de empresa que precisa ter um colaborador apenas para ficar acessando portal online (um por um) e baixando contas.
  4. Se você venceu os 3 pontos acima, está na frente de muita gente. Mas, só agora que já fez o esforço de ir lá buscar a conta, abrir a conta, entender a conta, digitar a conta no excel, é que poderá COMEÇAR a fazer uma avaliação de oportunidades. Olha o tamanho da jornada! Por isso muita gente abandona essa técnica, logo no começo da tentativa.
  5. E para fechar, você precisa ter conhecimento suficiente sobre as diferentes alternativas de economia presentes nas contas de energia para tomar alguma ação.

Não me entenda mal, tem muita gente fazendo uma gestão efetiva de suas contas de energia seguindo um processo manual, assim como esse descrito acima, mas a verdade é que a maioria dos gestores e gestoras tem um prato cheio de outras coisas pegando fogo para resolver e acabam simplesmente despriorizando o tema.

Nova call to action

O Papel da Tecnologia na Transformação da Gestão de Contas de Energia

Felizmente, hoje temos tecnologias oferecem soluçõe para tudo que é desafio no processo de gestão manual das contas de energia. Plataformas especializadas, como a oferecida pela CUBi Energia, permitem que as empresas automatizem e simplifiquem o processo de gestão de contas de energia de forma muito fácil (e gratuita no nosso caso). Clique aqui para experimentar.

Nova call to action

O que você vai encontrar no teste gratuito da nossa Plataforma de Gestão de Faturas da CUBi Energia:

Para as empresas que desejam melhorar sua eficiência na gestão de contas de energia, a CUBi Energia está oferecendo acesso gratuito à sua plataforma de Gestão de Faturas. Com a capacidade de processar até 240 documentos por ano, sem nenhum custo. As empresas podem experimentar os benefícios da gestão automatizada de contas de energia, sem compromisso.

Principais benefícios da plataforma:

  1. Coleta automatizada das contas, diretamente nos portais das distribuidoras. Deixe os nossos robôs, que utilizam inteligência IOT, fazerem o trabalho por você.
  2. Digitalização das contas cadastradas, independente da distribuidora que as emitiu.
  3. PADRONIZAÇÃO dos dados das contas. Usamos termos diretos e simples para exibir a informação. Por exemplo: tudo que é cobrança em excesso é chamado de MULTA, sem muita enrolação.
  4. Geração de oportunidades de economia de forma automatizada. O próprio software (conforme vai recebendo mais e mais contas), se torna capaz de indicar onde existem seus potenciais de redução e economia nas contas de energia.
  5. Acompanhamento dos dados de GERAÇÃO, caso sua empresa possua geração in loco ou tenha assinado algum benefício energia limpa com algum provedor.
Na versão paga você encontra mais funcionalidades, como:
  1. Monitoramento em tempo real da entrada geral de energia
  2. Monitoramento / Telemetria de quadros elétricos específicos dentro da empresa, para executar Rateio.
  3. Automação liga/desliga remoto para evitar o deslocamento de equipes em locais de risco, como fazendas, usinas, etc..
  4. Checagens avançadas entre a fatura emitida pela distribuidora e o monitoramento em tempo real da unidade consumidora.
  5. Mais uma montanha de coisa.

Não perca tempo digitalizando e analisando as suas faturas de energia. Teste gratuitamente a nossa plataforma de gestão de faturas de energia e encontre multas (por ultrapassagem de demanda, demanda reativa, energia reativa, atraso no pagamento, etc); prepare um plano para evitá-las; além de encontrar oportunidades de economia, utilizando técnicas de gestão de energia, como por exemplo: Enquadramento tarifário, Dimensionamento de Demanda, Mercado Livre de Energia, Geração Distribuída, uso de geradores e outras possibilidades. A nossa plataforma vai te indicar qual destas é a melhor escolha para você começar a economizar na sua empresa.
Clique aqui para testar.

Guia para digitalização de faturas de energia

Rafael Turella

Engenheiro ambiental pela UNESP e mestre em Sistemas Sustentáveis com ênfase em Energia pelo Rochester Institute of Technology. É co-fundador da CUBi e atualmente responsável pela área de marketing e vendas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *